Os encantos de Machu Picchu

Quando o assunto é uma viagem inesquecível para fora do país, mas sem muita burocracia, um dos primeiros lugares que deve ser considerado é Machu Picchu. Localizada no Peru, ela é também conhecida como “A cidade perdida dos Incas” e, com certeza, é um dos lugares mais incríveis do mundo. Recheado de história, o vale recebe milhares de pessoas todos os dias, que saem encantadas com a beleza e a cultura do lugar.

machu-picchu-1163480.jpg

Na hora de organizar uma viagem para Machu Picchu, deve-se levar em consideração algumas coisas. O ingresso para o parque deve ser comprado com muita antecedência, assim como a passagem de trem que leva a ele. Este é o único meio de chegar até lá, a não ser que você prefira optar por uma caminhada de quatro dias e três noites. Quanto à hotelaria, quase todos os visitantes passam as noites e ficam hospedados em Cusco, outra cidade encantadora e com uma variedade cultural imensa. Aqueles que já fizeram a viagem recomendam ficar no mínimo sete dias para poder aproveitar e conhecer todas as maravilhas arquitetônicas, feiras e lojinhas que a região oferece.

A cidade fica localizada no topo de uma montanha, a 2400 metros de altitude. Seu nome significa “velha montanha”, e é cheia de pirâmides que foram construídas em degraus, templos e diversas outras coisas, todas em pedra e adobe. Nos tempos antigos, animais como lhamas e alpacas eram criados lá, e hoje em dia ainda pode-se encontrar alguns durante sua viagem para Machu Picchu.

A época do ano mais indicada para uma viagem para Machu Picchu é o inverno, ou seja, entre os meses de maio e setembro, pois o clima é seco. No verão, chuvas torrenciais acontecem na maioria dos dias, o que pode afetar a visita, tendo em mente que a maioria dos passeios da região são ao ar livre.

Também é importante saber antes da sua viagem para Machu Picchu que os ingressos não são vendidos no parque. Você os encontra em Cusco, Aguas Calientes ou ainda no próprio site do governo peruano. Nele, pode-se encontrar três opções: Ingresso só para Machu Picchu, para Machu Picchu + Huayna Picchu ou ainda para Machu Picchu + Montaña.

O ingresso para Machu Picchu permite acesso somente ao parque, enquanto o de Machu Picchu + Huayna Picchu também permite acesso a trilha que leva para a montanha Huayna Picchu. A caminhada é de mais ou menos uma hora, e a chegada proporciona uma visão do alto de Machu Picchu. Todos os que fizeram a trilha a recomendam e dizem valer o esforço. Já a Montaña fica do outro lado da Huayna Picchu e exige cerca de uma hora e meia de caminhada.

Se você possui um espírito aventureiro e quer tornar a sua viagem para Machu Picchu ainda mais inesquecível, pode optar por trocar o passeio de trem que leva até a cidade pela famosa Trilha Inca. Ela leva quatro dias e deve ser agendada com muita antecedência, até antes da compra do ingresso para o parque. Indo por ela você vai ver de perto paisagens incríveis, muitas subidas, descidas, montanhas e selvas. Existe também uma outra trilha alternativa, a Trilha Salkantay. Esta leva cinco dias e é bem menos concorrida que a Trilha Inca, então pode ser agendada poucos dias antes. Vale lembrar que para fazer essas trilhas é necessário um ótimo preparo físico, pois além das dificuldades do caminho, você vai andar com uma pesada mochila nas costas.

machu-picchu-1018768.jpg

Quanto ao passeio em Machu Picchu, pode-se fazê-lo acompanhado de um guia ou por conta. Se preferir optar por um guia, você pode encontrá-los na entrada do parque, oferecendo seus serviços, mas não esqueça que as línguas usadas por eles são sempre o espanhol ou inglês e os passeios são normalmente em grupos de dez pessoas cada, mas podem ser feitos também de maneira individual. Se preferir fazer seu passeio na viagem para Machu Picchu de forma independente, pode-se encontrar em Cusco vários guias e livretos com informações sobre a cidade.

Entre os viajantes que já presenciaram, é unanimidade a resposta de que a hora mais incrível de sua viagem para Machu Picchu foi ver o nascer do sol na cidade. Por isso, se você quer ter essa experiência maravilhosa, vá dormir cedinho no dia anterior e esteja preparado para pegar o primeiro trem, que sai às cinco horas.

Lembre-se que como você vai estar em uma altitude muito maior do que está acostumado, alguns inconvenientes podem acontecer. Enjoos e tonturas são bem comuns, então se prepare bem e leve algum remédio na mochila, se achar necessário. Não se esqueça também que você vai caminhar muito, logo, um tênis confortável, água e um lanchinho são imprescindíveis.

Se você é daquele tipo que adora um souvenir, não se esqueça de carimbar seu passaporte com o carimbo especial de Machu Picchu. Ele é gratuito e pode ser encontrado na entrada do parque. Assim, você lembrará para sempre da sua incrível e marcante viagem para Machu Picchu!

Publicado por

nemrudenemdelicada

Revista virtual para mulheres nem rudes, nem delicadas, que querem ler sobre assuntos diversos sem estar preso em um site definido para homens ou mulheres. Um canal de informação sem gênero.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: