Radialismo

O crescimento da era digital acabou propiciando o mercado de trabalho na área informativa e hoje existem muitas oportunidades na profissão de radialista, porque essa atividade não se prende mais à televisão e ao rádio e sim a inúmeros campos de atuação desses profissionais.

O radialismo não é uma profissão que permite vislumbrar uma única função, ele pode se distender entre diversas e distintas funções desde locutores, para supervisores, cenógrafos, roteiristas dentre outros. Portanto, o profissional dessa área pode operar de forma multidisciplinar, de acordo com suas competências.

Requisitos para usufruir das oportunidades da profissão de radialista

A formação acadêmica para um profissional que sonha em usufruir nas oportunidades da profissão de radialista é a Comunicação Social, com habilitação em Radialismo. Essa formação permitirá que o profissional atue na indústria da cultura, nos meios institucionais, na área audiovisual digital, na pesquisa científica e ainda na docência. A formação acadêmica vai permitir uma capacitação atualizada para inserir o profissional com competência no mercado de trabalho, mas não é o único requisito.

Outro importante requisito para atuação nas oportunidades da profissão de radialista é possuir o DTR. O DTR é uma licença que permite que o profissional dessa área atenda a requisitos legais de atuação além de servir como garantia de direitos. O radialista tem direitos previstos através de lei, mas sem uma licença de atuação, não há como comprovar a legalidade do serviço prestado.

O DTR pode ser retirado através do preenchimento de requerimento em delegacias trabalhistas, ou ainda através de requerimento preenchido com auxílio de aplicativos online, é uma medida fácil que vai dar mais segurança ao profissional.

Direitos trabalhistas e regulamentação

radialismo 2.jpg

A regulamentação para inserir trabalhadores nas oportunidades da profissão de radialista foi instituída através da Lei 6615 de 1978. Conforme o artigo 4º dessa Lei, a profissão de radialista compreende a administração, a produção e a técnica, ou seja, essas são as premissas de atuação nessa área.

Essa lei permite uma vasta abrangência, justamente porque o estudante de Comunicação Social vai ser qualificado ao longo da academia para atuar nesses segmentos. Os conhecimentos na academia vão desde sonoplastia e operação, edição, produção de roteiros entre outros.

Os direitos trabalhistas essenciais dispostos nas oportunidades da profissão de radialista são garantidos a todos os profissionais licenciados através do DTR e preveem o estabelecimento de jornada de trabalho limite, de acordo com a área de atuação, ou seja, vai variar de locutor, para supervisores, cenógrafos, administradores, roteiristas dentre outros. Esses direitos também vão designar o intervalo de descanso de acordo com sua função, além disso, também vai deliberar sobre as horas extras e remuneração.

Mercado de trabalho e perfil para as oportunidades da profissão de radialista

No mercado de trabalho, as mídias de comunicação tem ainda uma influência muito grande e se localizam na região sudeste do Brasil, sendo São Paulo e Rio de Janeiro, regiões metropolitanas que oferecem muitas oportunidades nessa área. Mas claro que, independente da regionalidade, coberturas de impressa, e diversos meios de comunicação, precisam da mão de obra especializada desses profissionais constantemente, possibilitando outras oportunidades da profissão de radialista.

Além disso, a liberdade digital abre novas oportunidades da profissão de radialista frequentemente, porque há uma vasta gama de oportunidade para esses profissionais: produtoras, canais de TV, canais no Youtube, web-rádios e diversos outros meios que são utilizados hoje para difusão de informação. Outro setor muito explorado por radialistas também é o setor publicitário, que permite ao trabalhador atuar com qualificação na produção de anúncios e propagandas de diversos setores. Assim como a Imprensa, a Publicidade oferece campos de atuação ao radialista, permitindo que ele mesmo construa seu perfil profissional.

Se tratando do perfil de profissionais para atuar nas oportunidades da profissão de radialista, podemos dizer que há uma busca muito grande de diversos perfis, fazendo com que no geral as academias universitárias sejam procuradas por homens e mulheres de diferentes faixas etárias e condição social.

Para atuantes dessa área, é essencial ter uma boa comunicação e é de extrema importância saber como conduzir as informações para evitar sensacionalismos, para oportunizar a veiculação da comunicação com todos os tipos de públicos possíveis, portanto, a comunicação precisa adequar uma linguagem que permita uma facilidade na difusão de notícias. Além disso, também é muito importante ter um apreço especial pela informação das atualidades, porque esse profissional vai trabalhar diariamente com diferentes realidades e com diferentes impasses da realidade política, social, econômica e cultural do meio em que está inserido.

Um ponto muito positivo dessa profissão é a autonomia que o trabalhador recebe. Esse fator é um fato, porque permite que roteiros de trabalho sejam criados pelo próprio radialista, que vai ser um profissional altamente capacitado para dialogar da melhor forma em diferentes meios de comunicação, assim como as diferentes funções de atuação também possibilitam a criação para dialogar com a equipe.

 

 

 

Publicado por

nemrudenemdelicada

Revista virtual para mulheres nem rudes, nem delicadas, que querem ler sobre assuntos diversos sem estar preso em um site definido para homens ou mulheres. Um canal de informação sem gênero.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: