Reiki

Os setores de artes, moda e terapias alternativas tem sido grandes apostas de estudo e de mercado de trabalho, porque possibilitam explorar campos multifacetados e que constantemente estão em inovação. Além disso, a crise que assola o Brasil tem levado profissionais de outras áreas a buscarem novas áreas de atuação e a visibilidade que essas áreas têm recebido podem ser a chave para compreender uma possível migração de profissionais.

Terapias alternativas como apostas de estudo e de mercado de trabalho

Meditação, Arteterapia e Reiki, desde 2017 passam a serem consideradas terapias alternativas oferecidas pelo SUS – Sistema Único de Saúde. Esse fato revolucionou de certa forma essas áreas, porque agora, o Ministério da Saúde passa a reconhecer essas terapias com fundamentos científicos, abrindo assim um leque de apostas de estudo e de mercado de trabalho nesses setores distintos. Bom, mas se você ainda não conhece alguma dessas áreas, entenda:

O Reiki é uma terapia de origem oriental, que trabalha com um sistema natural de harmonização e reestruturação da energia corporal, oferecendo benefícios na saúde. É um método que visa reduzir tensões oriundas de estresse, ansiedade e nervosismo.

Nessa terapia são estimulados os chakras corporais, que são centros captadores de energia, fazendo com haja uma restauração do potencial absortivo que essas regiões possuem, promovendo uma harmonização corporal. É considerada uma prática de imposição das mãos para exercitar naturalmente o organismo. Essa terapia tem sido uma das apostas de estudo e de mercado de trabalho com maior força. Estudos apontam que a palavra “reiki” hoje é uma das mais acionadas na pesquisa Google.

A meditação é uma prática de concentração mental que tem como objetivo promover um controle mental e melhorias na qualidade de vida. Essa terapia é realizada a partir de metodologias que permitem ter eficácia na busca por uma concentração profunda. A meditação pode ser uma alternativa para reduzir e desenvolver controle do estresse, do nervosismo e da ansiedade, trabalhando também a respiração e o bem estar.

Dessa mesma forma que a yoga também tem ganhado campo nas apostas de estudo e de mercado de trabalho, ela é uma técnica de alongamentos corporais que promove um relaxamento muscular, e controle de respiração. Meditação e yoga são trabalhadas constantemente de forma hibrida.

A arteterapia, por sua vez, vai ser uma terapia que vai utilizar as artes como processo de melhorias na qualidade de vida. Essa terapia vai alçar metodologias que se entrelaçam com a psicologia para promover o bem estar das pessoas que procuram essa alternativa. Essa terapia pode utilizar vários tipos de artes, como elementos musicais, de pintura, de desenho e muitos outros que podem proporcionar uma forma de expressão e abstração de tensões psicológicas das mais diversas, ampliando assim as apostas de estudo e de mercado de trabalho para diferentes profissionais dos segmentos artísticos.

Arte e apostas de estudo e de mercado de trabalho

O campo das artes é muito diversificado e pode ser trabalhado sobre diversos vieses e um setor que tem se mostrado muito ativo se tratando de apostas de estudo e de mercado de trabalho é o de design. Isso porque, esse setor abre um leque para diferentes tipos de atuação, possibilitando ao profissional um perfil multidisciplinar, aumentando as ofertas de trabalho.

Se tratando de artes plásticas, a tendência do mercado é a ampliação de vendas e transações online. Pesquisas apontam que investidores do setor aumentaram as transações em 20% de 2015 a 2016. Se tratando de amostras e exposições, mundialmente falando, a aposta tem sido voltada para a arte Russa, especialmente por se tratar do centenário da revolução de 1917.

Além do setor de mercado de arte, os debates políticos no Brasil em relação a artes de grafite, tem promovido uma grande visibilidade desse setor. Desse modo, uma tendência nova é a valorização do grafite, que embora ainda muito estereotipado, tem ido utilizado com frequência para retratar questões sociais.

Estilo, tendências e apostas de estudo e de mercado de trabalho

No setor da moda, as tendências, cada vez mais permitem visuais que permitem a marca de um estilo, atrelada ao conforto e comodidade. Para o inverno 2017, o veludo voltou com tudo, apesar do estilo sofisticado que ele pode proporcionar esse tecido. É muito quentinho e vai possibilitar um bem estar para quem utilizar. As tradicionais, meia calça e xadrez também vêm com tudo, ocasionando um visual decolado e confortável.

As botas, como sempre, são fundamentais para esse período e nunca saem da moda e vão aparecer no inverno 2017 com maior ênfase no cano curto, e, para fechar com chave de ouro, as tendências preveem a volta da gola alta, resultando em estilos tanto casuais quanto formais, ideais para qualquer ocasião.

Essas tendências de estilo vão proporcionar uma elasticidade nas apostas de estudo e de mercado de trabalho, abrindo um leque para profissionais do estilismo e moda, por se tratar de um campo em constante transformação e mudança.

Publicado por

nemrudenemdelicada

Revista virtual para mulheres nem rudes, nem delicadas, que querem ler sobre assuntos diversos sem estar preso em um site definido para homens ou mulheres. Um canal de informação sem gênero.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: