Crise política ou cívica?

Percebe-se nos dias atuais, uma certa aversão à política por parte, não só dos jovens, mas dos adultos jovens. Não sabemos se por decepção ou descaso, a falta de interesse pela política me parece mais uma aversão a corrupção a que estamos, seguidamente, convivendo desde que o Brasil foi descoberto.

Tudo começou com a famosa frase: POLÍTICA NÃO SE DISCUTE.

Sim, política deve ser debatida. As confusões não são causadas pelo assunto em si, mas pela dificuldade que as pessoas têm em aceitar pensamentos e interesses diversos do seu. E isso é uma falha na educação brasileira, aonde evitamos discutir para evitar aborrecimento, quando, na verdade, deveríamos ensinar a lidar com as diferenças.

person-976759_1920

O que é política?

Política, segundo Aristóteles, é a ciência que tem por objetivo a felicidade humana e também a arte de negociação para compatibilizar e alinhar interesses. O termo tem origem no grego política, uma derivação de polis que designa aquilo que é público. A política enquanto ciência divide-se em ética e na política propriamente dita.

A ética preocupa-se com a felicidade individual do homem na Cidade-Estado e com a felicidade coletiva, em termos de política propriamente dita.

É uma ciência prática, que busca conhecimento como meio para ação em prol de um bem-estar tanto individual quanto coletivo.

“Vemos que toda cidade é uma espécie de comunidade, e toda comunidade se forma com vistas a algum bem, pois todas as ações de todos os homens são praticadas com vistas ao que lhes parece um bem; se todas as comunidades visam algum bem, é evidente que a mais importante de todas elas e que inclui todas as outras, tem mais que todas, este objetivo e visa ao mais importante de todos os bens; ela se chama cidade e é a comunidade política” (Pol., 1252a).

Aristóteles

Política em essência

Mesmo sem saber, todos nós praticamos política o tempo todo, desde a hora de nosso nascimento, afinal, o bebê chora para receber atenção e alimento? Isso é política. A criança faz chantagem porque deseja um brinquedo novo, isso é política. Os pais explicam sobre as diversidades, sobre inclusão social, negociam horários e passeios… Isso também é política.

choice-2692575

Então, não se trata de partidos, esquerda ou direita, se trata de política como meio de juntar e unificar as diversidades humanas em prol de um bem maior.

Teoria política

Essa área temática da política agrega contribuições de várias disciplinas, como filosofia política e a história das ideias políticas. Tal teoria tem se dividido em duas maneiras: como teoria política normativa e como teoria política histórica.

A teoria política normativa evolve uma reflexão crítica sobre a realidade que vivemos e como deve ser no futuro, ou seja, uma projeção sobre a ordem política. Já a teoria política histórica, elabora narrativas que envolvem o desenvolvimento da tradição do pensamento político, levando como objetos de investigação ideias de autores clássicos, os conceitos políticos centrais e suas mudanças em dada época ou sociedade, assim como embates ideológicos situados em contextos históricos específicos.

A sociedade ocidental é permeada em toda a sua trajetória pela teoria política e é impossível você separar a história de construção das sociedades das comunidades políticas. Enfim, a teoria política engloba uma ilimitada variedade de perspectivas ideológicas e visões diferentes do mundo.

História

Tradicionalmente quando havia uma discussão acerca de questões na atividade política, usavam-se os termos filosofia ou teoria política. Em fins do século XIX, o pensador italiano Gaetano Mosca (1858/1941) publicou um livro a que deu o título de Elementos de ciência política. Logo, no século XX, virou praxe usar esse nome (ciência política).

No entanto, nos Estados Unidos, especialistas desta ciência entenderam que a disciplina deveria abordar temas atingíveis, ou seja, que poderiam ser medidos. Como comprovação do fato, observa-se o fato de que as pesquisas foram se tornando o aspecto mais importante das campanhas eleitorais.

Importante relembrarmos que a política foi toda construída com base nos conflitos religiosos, aonde se viu a importância de instituir algo que estivesse acima das crenças e do poder da igreja católica ou qualquer religião que reinasse em determinada sociedade.

Política e comunicação

Fora teorias, partidos e lados, pensemos na política como meio de comunicação e de discussão saudável para objetivos em comum. É importante educar e ensinar aos jovens a se comunicarem cada vez melhor, com mais sabedoria e também cautela. A internet, ao mesmo tempo que facilitou enormemente a vida em sociedade, diminuiu as rodas de conversa e o contato físico que o ser humano precisa para sustentar relações de cordialidade e de amor ao próximo.

As mensagens eletrônicas são cheias de desenhos, letras em caixa alta e abreviaturas, mas não exprimem emoção nem envolvem a pessoa com a mesma eficácia que o famoso “olho no olho”. É neste contato, no aperto de mão, no abraço, que estabelecemos a verdadeira conexão fraterna e amorosa, é com a convivência que desenvolvemos a compaixão e a solidariedade, são os olhares que promovem a cumplicidade e nada tem mais força do que uma massa humana enorme unida contra ou a favor de uma causa.

people-378037

Não deixemos de ensinar política às novas gerações. Não deixemos que os sons dos teclados absorvam as conversas em família. Pratiquemos uma política saudável de discussão acerca do mundo e das diversidades, pois só a partir dessas discussões e os sensos comuns gerados pelas mesmas, poderemos encontrar o caminho para uma sociedade mais equilibrada e alinhada em benefício do ser humano, no que diz respeito, não só as necessidades básicas, como também à qualidade de vida.

Robert De Niro se cura do câncer de próstata

Não. Não foi semana passada que isso aconteceu, mas o título foi elaborado justamente para puxar seu interesse em ler esse artigo até o fim, não só para falarmos do novembro Azul, mas também para falarmos do célere Robert De Niro.

Começamos o mês de novembro, chamado de novembro azul. Tal como o outubro rosa é um mês para se destacar a importância do câncer de mama, o novembro azul vem para lembrar da não menos importante prevenção do câncer de próstata.

É de grande importância a prevenção de todo tipo de doença, é verdade, mas o câncer é mortal e quando descoberto cedo, tem grandes chances de cura.

Como tudo começou?

Bem, fora do Brasil, a campanha é chamada de Movember, ou seja, a junção das palavras Moustache (bigode) + November (novembro). Esse movimento começou na Austrália, em 1999, quando um grupo de amigos resolveu deixar o bigode crescer durante todo o mês de novembro como apoio à conscientização da saúde masculina e arrecadação de fundos para doação às instituições de caridade. Esse mês foi escolhido, porque no próximo dia 17 é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

A campanha fez tanto sucesso, que em mais alguns anos, todo a Austrália estava participando. A ideia é que não só os homens deixassem seu bigode crescer, mas que as mulheres apoiassem usando a cor azul em suas vestimentas ou bigodes falsos, espalhando assim, a conscientização da importância do cuidado com a saúde do homem, tendo, como foco principal, o câncer e a depressão.

A campanha se chamou No Shave November, que seria novembro sem se barbear. O bigode passou a ser pouco e muitos passaram a deixar crescer também a barba. Aqui no Brasil, continuamos chamando de novembro azul, já que além do bigode, o azul é a cor da campanha.

Esse movimento veio parar no Brasil através do Instituto Lado a Lado pela Vida, em parceria com a Sociedade Brasileira de Urologia. Apesar de ainda em crescimento, no ano passado, foram realizadas 2.200 ações oficiais, em todo o país, inclusive a iluminação azul em nossos pontos turísticos. São diversas celebridades apoiando a causa para, não só espalhar informação, como também arrecadar dinheiro para a causa.

O movimento de tanto sucesso, com tanta aprovação da sociedade em geral, nos faz celebrar o apoio à vida e, por conta desse enorme envolvimento da sociedade, hoje podemos comemorar que o Novembro Azul já faz parte do calendário nacional de prevenções.

Sobre o câncer de próstata

O câncer acontece quando um grande número de células começa a se multiplicar desordenadamente na próstata, sendo esse o segundo tipo de câncer mais morta, entre os homens.

As estatísticas indicam, também, que um, em cada seis homens, é alvo desta doença; que há uma morte por câncer de próstata, a cada quarenta minutos e que é o sexto tipo de câncer mais frequente no mundo. Não podemos brincar com essas estatísticas, não é mesmo?

A doença é perigosa por seu caráter silencioso. Sem sintomas, o homem não percebe que tem a doença até que ela esteja fora de controle, daí a importância dos exames periódicos preventivos, já que no início da doença, são grandes as chances de cura.

Homens e o Câncer

Vários famosos já brigaram contra esse câncer e muitos deles venceram, como Robert De Niro, Jayme Monjardim, Martinho da Vila, James Brown, entre outros.

Hoje, vamos focar em Robert De Niro, um grande ator e pessoa muito aclamada em todos os sentidos. Apesar dos poucos detalhes revelados à imprensa, sabemos que aos 60 anos, ou seja, em 2003, Robert De Niro descobriu um câncer de próstata em estágio inicial, graças aos exames frequentes que sempre fez de rastreamento, já que seu pai, algumas décadas antes, também foi acometido pela mesma doença.

Robert (olha a intimidade), terminou o tratamento e foi novamente papai, pela sexta vez em 2011, aos 68 anos.

Robert De Niro

Seu nome de nascimento é Robert Anthony De Niro Jr., ele é americano e nasceu em 17 de agosto de 1943 na cidade de Nova York, EUA.

Considerado um dos maiores atores da história do cinema, Robert De Niro começou a chamara a atenção do público em A Última Batalha de um Jogador, em 1973. Seus personagens sempre foram emocionalmente instáveis e isso só demonstrava o seu dom de atuar. Todo papel novo era desafiador, como em Touro Indomável, em que ele engordou vinte e cinco quilos.

Não tinha como a Academia de Artes Cênicas Cinematográficas não reconhecer tamanha dedicação, tanto que lhe concedeu dois Oscar. O primeiro se deu no papel coadjuvante em O Poderoso Chefão 2, e o segundo como protagonista por Touro Indomável. Isso até a década de 1990.

A partir dessa época, Robert De Niro passou a usar sua imagem de durão em comédias fantásticas como Entrando Numa Fria, em 2000. Em 1995 ele contracenou pela primeira vez com Al Pacino, outro ícone de sua geração, em Fogo Contra Fogo.

Seus feitos não pararam no cinema. Para auxiliar na recuperação de Nova York após os atentados de 11 de setembro de 2001, o ator fundou, o Tribeca Film Festival. E desde então, o festival tem se destacado ao promover o cinema mundial na maior cidade dos Estados Unidos.

Não podemos deixar de relembrar seus melhores filmes: O Poderoso Chefão 2, Homens de Honra, Os Bons Companheiros e Os Intocáveis.

 

Amantes do cinema ou não, dificil encontrar alguém, diga-se com mais de 35 anos, que não conheça a celebridade. Seu dons de interpretação, seu carisma, e seu rol de filmes o deixarão eternizado como ícone do cinema mundial. Sua interpretação é tão fantastica que muitos devem ter se pego torcendo por ele nos filmes, mesmo quando este foi o vilão, não é mesmo?

E diga-se de passagem, nem rude nem delicado, ou não, seu charme é encantador, seja qual papel esteja atuando, mas pessoalmente eu gosto mais dos mafiosos.

Film Title: Little Fockers

Se celebridades como ele divulgassem mais suas próprias ações de prevenções, talvez os homens mais arraigados e fãs dos filmes de ação, poderiam ser menos resistentes aoa exames, não acha?

Que a imagem de cura e força de Robert De Niro corra de boca em boca, ou de monitor em monitor, e corra através das redes sociais, para que muitos se lembrem da importância desse mês. Quer fazer parte disso? Compartilhe em suas redes sociais e convide seus amigos a fazerem o mesmo.

 

Chiquinha Gonzaga – Mulher…

Chiquinha Gonzaga é o nosso assunto do mês. Nesse mês cor de rosa, há de se homenagear uma mulher com tamanha fibra e talento. A compositora e maestrina carioca Chiquinha Gonzaga (1847-1935), faria aniversário no último dia 17 de outubro, e uma data como essa não podia passar desapercebida pelo Nem Rude Nem Delicada.

Ela se destacou, na história da cultura brasileira, pelo seu pioneirismo e pela luta pela liberdade no país. Dona de uma coragem gigante, enfrentou a opressora sociedade patriarcal da época, e criou a profissão de maestrina, inédita para mulheres na sociedade, causando um grande escândalo. Chiquinha era uma pessoa de espírito livre e sua paixão pela música era enorme.

Ela incorporou ao seu piano todas as diversidades de ritmos que encontrou, sendo assim responsável por produzir uma obra fundamental para a formação da música brasileira.

Chiquinha Gonzaga

Seu nome era Francisca Edwiges Neves Gonzaga, nascida em 17 de outubro de 1847, através da união de José Basileu Neves Gonzaga, militar de importante linhagem no império, com a filha de uma escrava chamada Rosa.

Francisca cresceu numa sociedade adversa e em época de grandes transformações. Ela escrevia, lia, sabia matemática e ainda estudava o catecismo e tudo o que as meninas da época aprendiam. Além disso tudo, aprendeu a tocar piano, sua grande paixão. Esta foi educada para ser uma dama de salão e, aos 16 anos, casou-se com um promissor empresário que fora escolhido por seu pai. Quase enlouquecendo o marido, ela andava pelas ruas na companhia de boêmios e continuava tocando e se dedicando ao piano, ao qual ele encarava como um rival ,a sua atenção.

Muito rebelde e determinada, abandonou o casamento ao se apaixonar por um engenheiro chamado João Batista de Carvalho e foi viver com ele, levando consigo apenas o seu filho mais velho, João Gualberto, já que o ex-marido a impediu de levar os outros dois – Maria do Patrocínio e Hilário.

Com 18 anos, seu ex-marido moveu uma ação judicial de divórcio perpétuo no Tribunal Eclesiástico, por abandono de lar e adultério, ocasionando um enorme escândalo com seu nome. Já se pode imaginar como a sociedade da época agiu, fechando para ela as portas dos salões e dos encontros da burguesia.

Morando então com João Batista de Carvalho, Chiquinha Gonzaga teve outra filha, chamada Alice. Apesar de muito apaixonada pelo marido, cansou de suas traições e resolveu separar-se dele e ,mais uma vez, foi impedida de criar sua filha. Chiquinha Gonzaga passou a viver apenas com seu primogênito. Ela então, emerge no cenário musical do Rio de Janeiro em 1877, após tantas desilusões amorosas e condenações por uma sociedade tão cruel, precisando sobreviver do que sabia fazer: tocar piano. Nenhuma mulher antes fora tão ousada. Tocar piano ou até mesmo, compor, não era incomum às senhoras da época, porém sempre restrita aos cenários domésticos privativos. Ela foi a pioneira não só como músico, mas pelo tipo de música que tocava, que era alegre e agitava os salões de dança da sociedade.

A atividade como musicista exigia talento, determinação e muita ousadia, o que não faltava à Chiquinha em sua personalidade.

capa_atraente-e1449625857826

Ela estreou como compositora de polca Atraente, cujo grande sucesso foi mais um fardo para sua reputação. Ela se mantinha com o dinheiro recebido por dar aulas em casas de família e como pianista num conjunto do flautista Joaquim Callado.

Com o passar dos anos, ela aperfeiçoou sua técnica e começou a escrever partituras para o teatro musicado. Em 1885, estreou no teatro com a opereta A corte na roça, representada no Teatro Príncipe Imperial, ocasião em que a imprensa não sabia como trata-la, já que não existia uma palavra no feminino para maestro.

Ao longo de sua vida e renomada carreira de maestrina, Chiquinha Gonzaga preparou músicas para dezenas de peças de teatro para os mais diversos gostos e gêneros. Em 1889, ela regeu um concerto de violões, no Teatro São Pedro de Alcântara, promovendo esse instrumento na sociedade.

Com a mesma audácia de sempre, era militante política e participava de todas as grandes causas sociais que aconteciam, denunciando assim, o preconceito e o atraso social. Com todo a sua energia abolicionista, vendia partituras para angariar fundos para a Confederação Libertadora e, com esse dinheiro comprou a alforria de José Flauta, um escravo músico.

No fim do século XIX. Criou a marcha Ó abre alas, que até hoje encanta e diverte nos carnavais.

Aos 52 anos de idade, já consagrada, Chiquinha Gonzaga conheceu um jovem português de 16 anos, chamado João Batista Fernandes Lage, esse seria seu companheiro para o resto de sua vida. A sua paixão foi de novo alvo das críticas sociais, já que ele tinha idade para ser seu filho, em uma época em que apenas homens podiam se relacionar com mulheres muito jovens. Viveram então, um amor às escondidas e mudaram-se para Lisboa, morando por lá durante algum tempo.

Ao voltar para o Brasil, ficaram juntos até o final de sua vida, sempre em segredo, revelando para a sociedade que eram apenas amigos e ela dizia que o tinha como um filho.

Como autora de músicas de sucesso, Chiquinha sofreu uma grande exploração em seu trabalho, o que a fez fundar, em 1917, a primeira sociedade protetora e arrecadadora de direitos autorais do país, a Sbat. Com a graça de Deus, teve seu reconhecimento aclamado em vida, sendo festejada pelo público e pela crítica.

Dona de uma personalidade exuberante, Chiquinha Gonzaga, foi a compositora que trabalhou com mais intensidade a transição entre a música estrangeira e nacional, sendo assim, definiu os rumos da música propriamente brasileira, que seria consolidada nas primeiras décadas do século XX.

Seu grande amor, João, foi responsável em preservar seu acervo musical. Chiquinha faleceu em 28 de fevereiro de 1935, aos 87 anos, no Rio de Janeiro.

chiquinha-gonzaga-49199

A música alcançou seus dias de glória por suas mãos e há de se ressaltar que Villa-Lobos, por exemplo, nessa época ainda usava, literalmente falando, fraldas, já que este era 40 anos mais jovem do que ela.

Seus feitos foram inúmeros e sua importância indiscutível para a sociedade, em todos os aspectos.

Em 1999, sua história inspirou a minissérie de grande sucesso que levava seu nome como título. Em 2012, o dia de seu nascimento (17 de outubro) foi oficializado como o Dia da MPB.

Esperamos, sinceramente, que este artigo seja fonte de inspiração para muitas mulheres que ainda acham que precisam se submeter e aguentar os insultos dos homens à sua volta ou algum tipo de opressão. Não só nos lares aonde ainda se vê a violência doméstica, mas também no trabalho, aonde ainda se vê casos de mulheres que ganham menos que homens, mesmo estando nos mesmos cargos e com a mesma experiência.

Não estamos falando de feminismo, estamos falando de direitos iguais em todos os sentidos, seja em raça, gênero ou classe social. Igualdades para todos os lados e acabar de vez, com essa falsa condição de liberdade que ainda fingimos existir na sociedade brasileira.

Médicos Sem Fronteiras

Vivemos num mundo muito complicado hoje em dia. Muitos desacreditam da raça humana, com suas disputas e guerras incessantes. Vemos egoísmo em todo lugar, no entanto, ainda há uma pequena luz que se acende no meio desse caos.

O ser humano foi criado para amar e muitas organizações vem juntando essas pessoas de bem para ajudar a outras. E quando vemos um movimento desse porte, como o “Médicos Sem Fronteiras”, percebemos que a raça humana não está totalmente perdida, ainda há muita gente de bom coração nesse mundo.

Basta conseguirmos unir essas forças do bem, e criar nossos pequenos apoiados no conceito da compaixão e amor ao próximo, que acredito que podemos mudar o mundo, ou uma boa parte dele.

Vejam o bem se mostrando: estamos no outubro Rosa e os laços de fita se espalham pela internet e pelas roupas nas ruas. E assim como esse, muitos outros movimentos se apresentam na internet, unindo pessoas em prol de um bem maior.

mae

Médicos Sem Fronteiras

O Médicos Sem Fronteiras é uma organização humanitária, fundada em 1971, na França, por jovens médicos e jornalistas, que atuaram como voluntários no fim dos anos 60, na Nigéria. Essa organização, leva cuidados de saúde à pessoas afetadas por crises humanitárias, e chama a atenção para as dificuldades enfrentadas pelos pacientes em todo o mundo. Ou seja, a organização humanitária Médicos Sem Fronteiras, associa ajuda médica e sensibilização do público, sobre o sofrimento de seus pacientes, seja em locares de guerra ou não, dando visibilidade a realidades que hoje estão negligenciadas.

Em 1999, o Médicos Sem Fronteiras ganhou o prêmio Nobel da Paz.

O objetivo

Seu maior foco é, sem dúvida, acima de tudo, o atendimento médico. Eles levam assistência e cuidados preventivos a quem precisa em qualquer lugar do mundo. Se a atuação médica não for suficiente para garantir a sobrevivência de determinada população, como os casos de extrema urgência, eles podem fornecer agua, alimentos, saneamento e abrigos.

Sua atuação segue fielmente às regras da ética médica, principalmente o dever de oferecer auxílio sem prejudicar qualquer pessoa ou grupo. É uma organização imparcial, garantindo aos pacientes o direito à confidencialidade. Segundo o código de ética profissional, os médicos têm direito a serem imparciais tanto politicamente, como religiosamente, logo, ninguém pode ser punido por exercer a atividade médica, seja qual for a circunstância, e isso se estende aos beneficiários desse atendimento.

Aonde eles estão?

Os principais contextos onde os Médicos Sem Fronteiras atuam, são em conflitos armados, epidemias, catástrofes naturais e situações que envolvem refugiados e deslocados internos. Eles oferecem cuidados em relação a saúde em caso de extrema urgência.

Eles estão presentes também em locais onde a população sofre com a falta de acesso a assistência médica.

No Brasil, enquanto organização, a Médicos Sem Fronteiras, atua de forma independente, neutra e imparcial. Eles escolhem de acordo com critérios internos da organização, onde, como e quando atuar.

Um projeto pode ser desencadeado dentro da organização pela existência de uma situação de crise que necessita de uma resposta humanitária emergencial, como também a pedido de organizações internacionais, dos governos ou mesmo de outras organizações não governamentais, e ainda, pela identificação de uma demanda de saúde específica, que eles consideram que podem contribuir de forma relevante.

Como atuam

Eles analisam os locais de acordo com o contexto, número de pessoas afetadas, as necessidades de saúde, as condições de vida, água e saneamento, o ambiente político e a capacidade local de responder ao problema. Com base nesses dados, eles analisam e decidem se irão ou não atuar naquele país, levantando as prioridades, montando a equipe que entrará em ação e considerando os recursos necessários para iniciar o projeto.

Quando acontece uma catástrofe natural, ou seja, uma emergência repentina, a atuação deles pode ser viabilizada entre 48 e 72 horas. Eles têm um sistema de logística extremamente eficiente, com padronização dos métodos de trabalho, a manutenção de estoques e a experiência dos profissionais.

MEDICOS-SEM-FRONTEIRA-1

Para se ter uma ideia, em 1980, a organização Médicos Sem Fronteiras, passou a utilizar kits personalizados e adaptados para cada contexto. Esses são organizados, pré-embalados e prontos para a viagem, sendo atualizados e aprimorados continuamente. Esses kits contêm medicamentos, suprimentos e equipamentos básicos, atendendo desde campanhas de vacinação até a montagem de um hospital inflável.

Sem dúvidas, diante de uma organização humanitária de tamanha qualidade e comprometimento, ficamos pasmos e esperançosos de ver, no futuro, uma sociedade mais justa e igualitária. Um ser humano menos individualista, menos materialista e mais gentil.

flower-363278_1920

Não falamos de gentileza no sentido de abrir uma porta ou dar bom dia ao vizinho. Falamos da gentileza em ajudar pessoas que caem nas ruas, velhinhos que precisam de sentar nos transportes públicos, de tentar se colocar no lugar do outro antes de proferir palavras agressivas ou sequer pensar em julgá-lo.

Antes de jogarmos pedras nas pessoas, tentemos nos enxergar no lugar deles. O que ele está sentindo? O que será que aconteceu na vida dele para deixa-lo tão esquivo e mal-humorado? Como eu posso tornar o dia dele melhor?

A mente humana pode ser sim controlada por você, mas lembre-se que o coração humano não aceita correntes, então seu limite de crescimento é infinito. Vide as mães que a cada filho que nasce, percebem que mão precisa dividir o amor, o coração cresce junto com o sentimento.

Faça a sua parte: elogie uma pessoa por dia e veja o que acontece!

Outubro Rosa

Chegou o outubro Rosa, um movimento iniciado na década de 1990, para estimular à população a participar no controle do câncer de mama. Nesse mês são inúmeros eventos e informações amplamente difundidas nas redes sociais, com o intuito de conscientizar a todos sobre a doença e proporcionar acesso aos serviços para diagnosticar o câncer de mama e seu tratamento, reduzindo assim, o número de mortes pela doença.

Desde 2010, o INCA – Instituto Nacional do Câncer, participa do movimento, promovendo eventos técnicos, debates, e apresentações falando sobre o câncer de mama, além de distribuir materiais educativos sobre detecção e prevenção precoce da doença.

O que é o câncer de mama e como ele acontece?

O câncer de mama é uma doença causada pela multiplicação de células anormais da mama, que acabam formando um tumor. Entre os mais variados tipos de câncer de mama, existem os de desenvolvimento mais lento, e os com desenvolvimento rápido, daí a importância de detectar e começar o tratamento logo no início da doença, aonde as chances de cura são bem significativas.

O câncer de mama é o tipo de câncer mais comum entre as mulheres em todo o mundo, respondendo a 25% dos casos novos de câncer a cada ano. No Brasil, esse percentual sobre até 28,1%.

cancer-1007550

Detecção da doença

O câncer de mama, quando detectado nas fases iniciais, pode ser tratado e ter grandes chances de cura, quando comparado aos outros tipos de câncer que acometem as mulheres. A maioria dos cânceres de mama são descobertos pelas próprias mulheres no autoexame.

Além de estar atenta ao seu próprio corpo, é muito importante que, mulheres de 50 a 69 anos, façam uma mamografia de rastreamento, mesmo quando não há sintomas, numa frequência de dois em dois anos. Esse exame pode ajudar a detectar o câncer antes do início dos sintomas.

O que é mamografia?

É uma radiografia feita nas mamas, por um equipamento de raio x, chamado mamógrafo, que identifica alterações.

Essa mamografia de rastreamento, ajuda na diminuição de mortes causadas por câncer de mama.

Benefícios de fazer a mamografia de dois em dois anos

  • Descobrir o câncer logo no início, tendo assim, a oportunidade de um tratamento menos agressivo.
  • O tratamento precoce, diminuindo as chances de morte pela doença.

O tratamento do câncer de mama

O tratamento varia de acordo com o grau de desenvolvimento do tumor, que após análise médica, definirá se o tratamento será feito por quimioterapia, radioterapia ou cirurgia. Além disso, as características do tumor e da mulher, como entrada na menopausa e outras doenças, também irão afetar a decisão sobre o tipo de tratamento a ser utilizado.

Os tratamentos são indicados para os tumores detectados como malignos. Os benignos, normalmente, são tratados com vigilância do nódulo, para que se tenha o controle sobre tamanho, estrutura e possíveis outros nódulos que possam surgir na mama.

Quando se encontra um câncer de mama metástico, com um tumor muito desenvolvido, pode ser necessário utilizar vários métodos de tratamento ao mesmo tempo, com o objetivo de combater as células cancerígenas e aumentar as chances de cura.

Sabemos que a retirada parcial ou total da mama, é um momento muito difícil para toda mulher, mas temos que levar em consideração que, nos dias atuais, existem inúmeras formas de reconstrução da mama, e lembrar que o apoio da família nesses casos é imprescindível.

Os florais e o câncer de mama

O Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, oferece uma terapia floral em combinação a medicina tradicional. Essa terapia busca oferecer um equilíbrio emocional e uma melhor qualidade de vida aos clientes.

bach-2785140.jpg

A terapia floral tem como objetivo aliviar o sofrimento do paciente com qualquer tipo e estágio de câncer, aliviando a ansiedade, melhorando o sono, aumento da autoestima, diminuição da percepção da dor e tranquilidade interior.

Mais uma vez, vemos a mãe natureza nos ajudando no combate a doenças, como um presente oferecido aos seres humanos, apesar de nós não sermos tão recíprocos no que concerne a cuidar da natureza, como ela cuida de nós.

Vencendo o câncer de mama

As mulheres são seres únicos, e devem se ver em sua total importância perante o mundo, assim como responsáveis pela sobrevivência da espécie humana.

São elas, que geram a vida e trazem consigo os elementos principais de sobrevivência. Pensando assim, há de se pensar muito antes de se julgar uma mulher, seja qual o for o delito ou mau comportamento que ela tenha tido. Não que não haja exceções e que, não existam mulheres passivas de atos cruéis, mas de um modo geral, o que vemos ainda nos dias de hoje, é a discriminação falta de respeito na sociedade, incluindo o mundo dos negócios.

Vencer o câncer de mama é não somente sobreviver, mas manter-se viva neste mundo que tanto precisa de presença feminina, para ensinar sobre gratidão, resiliência e doação.

Faça o autoexame, procure seu ginecologista regularmente e previna-se! O tratamento precoce do câncer de mama salva vidas.

october-pink-1718025

MEDICINA ALTERNATIVA

EVITANDO OS REMÉDIOS ALOPÁTICOS

Passamos os últimos anos nos entupindo de tudo o que a ciência criou para curar e tratar doenças. E somos gratos a Deus e aos pesquisadores por isso.

No entanto, precisamos relembrar que há milênios existem muitas alternativas bem mais saudáveis para cuidar do corpo e da mente, usando ervas, frutas, flores e variados tipos de substâncias naturais que podem também ajudar, tratar e curar várias enfermidades.

E tudo isso vem agora à tona com a chegada das alergias alimentares, intolerâncias e a famosa sustentabilidade que o nosso mundo tanto precisa.

precious-1432335

Medicina alternativa

Já há tempos que os chineses, os índios e outros povos usam a natureza para se cuidar e sobreviver. E não é de hoje que muitos terapeutas e médicos também começaram a resgatar tudo isso com os fitoterápicos, florais e receitas caseiras.

Como isso tudo funciona?

A medicina alternativa natural, chamada por alguns de naturoterapia, consiste em alternativas aos tratamentos convencionais, como a alopatia, fitoterapia e terapias holísticas.  Claro que é muito importante avaliar a relação de seu uso com o quadro clínico de cada pessoa.

Essas terapias querem estabelecer um equilíbrio entre os medicamentos utilizados e a conduta emocional do paciente, saindo do tratamento mecânico e sistêmico.

Sim, a medicina alternativa funciona, mas deve-se leva-la de maneira adequada, para que os resultados sejam efetivos e os efeitos colaterais sejam os menores possíveis, mesmo se tratando de uma terapia natural.
Também vale destacar que as terapias naturais são recomendadas apenas em patologias mais brandas, e com consentimento de um médico. No caso de doenças mais graves, ou com alto grau de transmissão, é indispensável o tratamento convencional, já que, além de diminuir os sintomas, impede que a doença se propague entre os demais indivíduos da sociedade.

HISTÓRIA

O pai da medicina ocidental, o médico e filósofo Grego Hipócrates, costumava falar enquanto cuidava de seus pacientes: “o homem é uma parte integral do cosmo e só a natureza pode tratar seus males”. Ou seja, ele desejava mostrar que as causas de doenças eram naturais e não punições divinas como na época se acreditava.

E também, lembrar, que o equilíbrio e a saúde do corpo estão diretamente ligados ao ambiente em que vivemos.

Essa mesma citação volta a aparecer nos dias atuais, ao mesmo tempo em que os métodos alternativos de tratamento se popularizou.

A partir do século 17, quando as ideias do filósofo René Descartes iniciaram a influenciar a ciência, os tratamentos médicos passaram a ver o corpo humano como uma máquina, em que, cada parte tinha uma função específica e independente e entendendo cada parte, entende-se então, o todo. E assim, a medicina moderna ergueu-se baseada nesse conceito que a apoia até os dias atuais.

No entanto, a nova ciência já provou que existe uma íntima relação entre a mente e o corpo, mostrando as consequências dessa relação para a saúde humana. E graças a Deus, enxergaram que isolar uma parte do corpo e desconsiderar o resto, é dado certo para efeitos colaterais inesperados.

Isso não quer dizer que a medicina ocidental ortodoxa se acabou e possa ser enterrada, claro que não. A medicina é sólida e recheada de méritos. E o que é mais IMPORTANTE: independentemente do tipo de medicina aplicada, todos voltaram a enxergar o corpo como Hipócrates. Ou seja, não somos máquinas, e sim, organismos vivos cheios de partes interdependentes.

As técnicas alternativas, como opção ou complemento, não prova que estas sejam por si só eficientes, mas assim como mostra a homeopatia, que é usava há mais de 20 anos, foi estuda e comprovada a sua eficiência em variadas patologias.

CONHECENDO AS TÉCNICAS ALTERNATIVAS

Acupuntura

Esta é uma das técnicas da medicina tradicional chinesa, que consiste na aplicação de agulhas em pontos específicos do corpo. Sua base filosófica indica que esses pontos afetam os diferentes órgãos e estão localizados sobre canais de energia (chamados meridianos) que se espalham pelo corpo. Como muitos desses pontos tem relação com o sistema nervoso e este influencia todo o corpo, essa técnica, apesar de não oferecer sempre resultados a curto prazo, revela-se eficiente contra efeitos colaterais de remédios.

Aromaterapia

Utiliza óleos essenciais de folhas, flores ou madeira para amenizar sintomas e melhorar o bem-estar, estes podem ser inalados, queimados ou espalhados pelo corpo. Esses aromas agradáveis podem liberar hormônios que causam bem-estar, tendo um excelente efeito calmante.

Florais

Os florais de Bach, os mais conhecidos, foram preparados pelo médico inglês Edward Bach, ao final do século XIX, e são indicados de acordo com a análise da personalidade de cada indivíduo, sendo bons em aspectos psicológicos e promovem o bem-estar.

bach-flowers-1472825

Fitoterapia

Consiste na manipulação de plantas e ervas para a cura de doenças e redução dos sintomas. Até a medicina ortodoxa apoia, já que os remédios também têm seus princípios ativos rejeitados e plantas ou outros seres vivos.

Homeopatia

Inventada no século XVIII, no Brasil se tornou uma especialidade médica, no entanto, em outros países ainda é considerada uma medicina alternativa. É muito utilizada contra doenças crônicas como alergias, asma, rinite e enxaqueca.

Ortomolecular

Uma técnica criada por Linus Pauling, Nobel de Química e da Paz, que emprega o uso de vitaminas, aminoácidos e minerais.

Reiki

Rei significa “universal” e Ki, “energia”. Reiki, portanto, é a energia do Universo a ser transmitida a uma pessoa pela imposição das mãos do praticante. A ideia é reequilibrar o corpo energicamente, que seria a causa da doença instalada. Com certeza, reduz em muito a tensão e com ela há uma melhora em todo o quadro.

Para saber mais…

 

O Erro de Descartes – Emoção, Razão e o Cérebro Humano, Antônio Damásio, Companhia das Letras, 1996

Guia Prático da Medicina Alternativa, Steven Bratman, Campus, 1998

Medicinas Alternativas – Os Tratamentos Não Convencionais, Org. Paulo Eiró Gonsalves, Ibrasa, 1996

Medicina Espiritual, Herbert Benson e Marg Stark, Campus, 2003

The Desktop Guide to Complementary and Alternative Medicine, Ernst E., Pittler M.H., Stevinson C., White A.R., Messy, Reino Unido, 2001

Alternativo Healthcare – A Compreensível Glide, Jack Raso, Prometeu Books, EUA, 1994

Fontes: portaldaeducação.com.br – superinteressante.com.br

Usando as flores para decorar e energizar sua vida

Qualquer ambiente, familiar ou não, pode e deve ser decorado com flores, já que estas deixam o ambiente mais colorido, bonito e com vida.

Pensando em decoração…

Mandacaru: esse cacto precisa de uma área ventilada, mas não exige muito sol. Para as esquecidas, é uma bela pedida, já que sobrevive por vários dias sem rega.

Kalanchoe: apesar de também apresentar resistência a falta de água e se adaptar ao calor, precisa de ambiente com iluminação natural.

Orquídea: linda flor, a preferida de muitas, não deve receber luz diretamente do Sol. Deve ser regada uma vez por semana e quando do nascer das flores, de quinze em quinze dias. Em arranjos, presas em troncos de árvores ou sozinhas, elas são uma fina decoração para ambientes que merecem requinte.

Violeta: as violetas, amadas e populares, não podem ficar na luz direta do Sol, e necessitam de rega uma ou duas vezes por semana. Mas molhe somente a terra, ok?

Margarida: menos exigentes, as margaridas podem ser cultivadas em vasos e plantadas a partir de sementes, como os girassóis. Boas para quem começa a se aventurar no mundo do plantio agora.

bicycle-2163466

Quais flores são ideais em cada estação do ano?

Primavera: Camélia, rosa, cravo, hortênsia, lírio, copo-de-leite, boca-de-leão e algumas orquídeas.

Verão: rosa, cravo, mosquitinho, calla, hortênsia e cherry.

Outono: angélica, gérbera, boca-de-leão, flor de ervilha, animajo, mosquitinho e rosas.

Inverno: flor de cerejeira, gérbera, boca-de-leão, copo-de-leite, mosquitinho, flor de ervilha, tulipa, rosas e alstroeméria.

E no quarto, pode?

À noite, as flores passam a consumir oxigênio e liberar gás carbônico, no entanto, segundo biólogos, a quantidade liberada, por plantas ou flores, de gás carbônico é mínima, se comparada a liberada por nós seres humanos ou pelos animais. Logo, não há porque se evitar flores no quarto, a não ser por pessoas que são alérgicas ao pólen, é claro. Mas não se entristeça, existem algumas que não liberam pólen, como as orquídeas e os lírios.

Também deve-se evitar aquelas flores e plantas que exalam perfumes muito fortes a noite, o que pode atrapalhar o sono.

rsoe-2795337

Significados e benefícios

Rosas: Para muito são consideradas as mais belas da natureza, e suas cores trazem significados diferentes, vermelha – paixão, a branca – paz e  amarela- alegria. O aromas das rosasfasta vibrações negativas, traz alegria e vitalidade ao coração. E as rosas brancas acalmam o sono e purificam.

Jasmim: este diminui a ansiedade e seu perfume melhora a produtividade e qualidade de sono, aumenta a energia física e promove a harmonia entre casais.

Alfazema: muito agradavelmente perfumada, a alfazema ajuda diminuir o estresse e a ansiedade, diminui a frequência cardíaca e claro, melhora sua qualidade de sono. Para que comprar o aroma, se você pode ter essa linda espécie em sua casa?

Gardênia: muito popular, são bem perfumadas. Elas estimulam o sono e dão um certo alívio para a ansiedade.

Lírio da Paz: o lírio pode melhorar a umidade do ar em até 5%, acabando com os micróbios, ajudam nos sintomas de nariz e garganta seca que incomoda a muitos durante a noite.

Gérbera: de tão coloridas, deixam qualquer um e bom humor. Liberam oxigênio durante a noite, sendo muito benéfica para pessoas acometidas por apneias e alergias.

Lavanda: São bem resistentes ao Sol e ao vento. Seu aroma tem efeito equilibrante e calmante. Muito usada para fabricação de óleo essencial usado no cuidado com o corpo e harmonia espiritual.

lavender-1537694_1920

 

 

 

 

 

Gerânio: boa pedida para ambientes de trabalho. O óleo feito a partir dele, traz coragem para enfrentar desafios, estimula a ousadia e a determinação, e combate o medo. Poderoso anti-estresse.

Gardênia: muito utilizada na fabricação de perfumes, seu aroma reflete amor, nostalgia, paz e proteção.

Azaleia: além de lindíssimas e com aroma suave, a azaleia tem como significados: beleza, fertilidade e harmonia.

Clerodendro: tem um perfume suave e envolvente, trazendo calma e paz interior.

Hortelã: impossível não notar seu aroma ao regar ou tocar em suas folhas. Utilizado na culinária e, também, em processos de cura, estimula a sabedoria e desenvolvimento mental.

Manjericão: muito utilizada na culinária, atrai a boa sorte, prosperidade e felicidade. Também pode ser usada com purificador e incenso.

São muitas as opções de cores, beleza e aromas…. Você deve escolher não só a que mais combina com você, mas também pensar no local certo para colocá-las, pensando não só em iluminação e umidade, como também para evitar aromas que estimulam, por exemplo, em ambientes como os quartos de dormir, aonde se pretende relaxar e adormecer.

balance-1398164_1920

Para os quartos, a lavanda traz um sono tranquilo, afasta a depressão e os pesadelos; a camomila, com seu famoso efeito calmante; a melissa, combate a apreensão e a insônia; a manjerona, ajuda a reconhecer medos inconscientes e promove o desenvolvimento espiritual; e a mandarina, regula os processos metabólicos e diminui a insônia.

O alecrim, por exemplo, é excelente para ambientes aonde se costuma receber os amigos, estudar e sentar para ver um filme. Seu aroma purifica o ar, previne depressões e ajuda a elevar o pensamento.

Os aromas de especiarias como a canela, o tomilho, o manjericão e erva-doce neutralizam cheiros fortes, como o de frituras e acentuam aromas de outras preparações, sendo ótimos para decorar a cozinha.

No banheiro, você pode abusar dos aromas, como lavanda, gerânio e palmarosa, mas lembre-se em escolher aroma característico de limpeza.

Seja qual for a sua escolha, atente-se a se manter em sua originalidade, pois a planta deve combinar com sua personalidade, mantendo o equilíbrio entre seu ambiente e você.

antique-1727536

A evolução da comunicação escrita

Você já pensou como seria se a sua mensagem de texto demorasse meses para chegar até no destinatário e mais alguns meses para que você pudesse obter uma resposta? E se aquelas notícias sobre o mundo todo que você lê nos sites jamais chegassem até você? Parece muito ruim, não é?

letters-2213632

Houve um tempo na comunicação escrita que a realidade era exatamente essa. Uma simples notícia de doença na família só poderia ser comunicada aos parentes distantes por meio de uma carta, que era entregue por alguém que ia viajar para a cidade de destino da mesma. Quando os namorados apaixonados queriam se comunicar, não podiam mandar mensagens cheias de coração durante o dia todo. As palavras eram trocadas em bilhetinhos, que muitas vezes carregavam os perfumes dos amantes.

Toda essa complexidade na comunicação escrita fazia parte do dia a dia daqueles que vieram antes de nós. Toda essa facilidade que temos nos tempos atuais surgiu há muito pouco tempo. A tecnologia e a internet colocaram o mundo na palma de nossas mãos, tornando a interação humana algo muito mais fácil do que nos primórdios.

A evolução da comunicação escrita: os anos 70 e o enfraquecimento do papel

Como citamos anteriormente, a tecnologia das mensagens instantâneas e da comunicação pela tela do computador e do celular é algo muito novo.

Nos anos 60, as pessoas e até mesmo as empresas, ainda faziam uso das cartas e dos envelopes para fazer a sua comunicação. Isso era muito demorado e acabava por atrasar muitos negócios importantes.

Foi no início dos anos 70, nos Estados Unidos que surgiu a primeira plataforma de comunicação pelo computador. O aplicativo criado pelo programador Ray Tomlinson se chamava send menssage. Ele permitia a troca de mensagens entre usuários, desde que estivessem conectados no mesmo computador.

No início, o e-mail era considerado apenas um lugar para trocas de mensagens, mas que possuía muitas falhas e que não era acessível para a população em geral. Porém, com o passar do tempo e com o aprimoramento desse tipo de comunicação o correio eletrônico realmente surgiu e passou a fazer parte da vida de muitas pessoas.

A evolução da comunicação escrita: os anos 90 e a popularização na internet

A internet que nós conhecemos hoje é muito diferente daquela que as pessoas usavam nos anos 90. Porém, foi nessa época que ela começou a ser construída, e assim a comunicação escrita passou a ter a necessidade de ter plataformas de e-mail mais pessoais.

Foi um indiano que criou a primeira plataforma de e-mail gratuita. Porém, com a explosão da internet nessa época surgiram várias e várias plataformas diferentes. Os usuários começaram a aderir a elas. Porém, a procura foi tão grande que algumas vieram a comprar o direito das outras por nada menos do que 400 milhões.

ipad-820272

A evolução da comunicação escrita: a revolução do Gmail

Mesmo com todas essas plataformas de e-mail disponíveis, os usuários sentiam falta de ter mais liberdade na sua comunicação. Isso porque o envio de fotos e vídeos, por exemplo, não era possível, já que o espaço de armazenamento disponível nessas plataformas era muito pequeno.

Porém, em 2004 surgiu o Gmail. Na época ele foi revolucionário, pois oferecia 1 GB de armazenamento, enquanto outras plataformas comuns ofereciam apenas 6 Mb ou 2 Mb. Ele era tudo o que os usuários precisavam para se sentirem ainda mais à vontade na internet e abandonar quase que completamente a comunicação escrita no papel.

A evolução da comunicação escrita: o surgimento dos bate-papos.

Se nos tempos antigos os namorados utilizavam simples bilhetinhos de papel para se comunicarem, nessa época eles foram substituídos pelos bate-papos.

Eles eram febre entre os jovens da época, que os utilizavam para conhecer pessoas novas e para se comunicar com seus amigos.

Como no caso das plataformas de e-mail, existiam vários tipos de bate-papo, oferecidos por várias empresas diferentes. O usuário escolhia aquele que melhor se adaptava a ele, e passava horas conversando com pessoas que ele nem mesmo conhecia. De certa forma, esse foi um dos primeiros passos para a comunicação instantânea que temos hoje.

A evolução da comunicação escrita: a era da agilidade

É inegável que nós vivemos hoje na era em que a comunicação é mais fácil. Para chegar até a esse ponto nós passamos por uma série de coisas.

Nos tempos atuais, a comunicação acontece principalmente pelo celular. Isso é uma das maiores provas da facilidade que obtemos, já que em todos os outros momentos ter um computador era imprescindível.

Alguns acreditam que com o grande número de mensagens que trocamos por minuto a particularidade e intimidade da comunicação tem diminuído. Já outros acreditam que toda essa tecnologia que nos rodeia vem para unir e fazer com que nós tenhamos cada vez mais contato com aqueles que amamos.

O que vale na verdade é entender que sem a comunicação escrita nós não somos nada, mas que vez por outra, o contato pessoal também é imprescindível. Quando encontrarmos um ponto de equilíbrio entre esses dois eixos, com toda a certeza seremos ainda mais evoluídos e felizes.

como-fazer-envelope-de-carta-5

Mas há de se confessar que as cartas deixam saudades… Amigos de viagens que costumávamos trocar confidências pelos papéis de carta perfumados e coloridos, com seus papéis de seda, acabaram se perdendo. E fica aquela nostalgia ainda presa em nosso coração, com a sensação de que algo se foi.

Ao mesmo tempo, a internet nos proporcionou vários reencontros inimagináveis! Então, aderindo a era tecnológica, sem perder o romantismo, use a abuse dos áudios e dos bonequinhos animados nas mensagens, para que ela chegue mais perto da emoção que deseja passar na sua mensagem.

 

CAFÉ … FORÇA E VIGOR

Apaixonados por café…

Sim. Além do futebol, o café também é uma paixão nacional. Estudos indicam que o Brasil será, em breve, o maior consumidor mundial dessa bebida.  Diz uma lenda, que um pastor chamado Kaldi, contava que suas ovelhas ficavam mais resistentes e ativas após comer essa frutinha avermelhada, o nosso café, dos arbustos encontrados no pasto.

A planta de café é originária da Etiópia, centro da África, onde ainda hoje faz parte da vegetação natural. E foi a Arábia a responsável pela propagação da cultura do café. O nome café não é originário da Kaffa, local de origem da planta, e sim, da palavra árabe Qahwa, que significa vinho. Por esse motivo, o café era conhecido como “vinho da Arábia” quando chegou à Europa no século XIV.

citadel-hill-2973

Segundo dados da Organização Internacional do Café (OIC), o Brasil é o maior exportador mundial do grão tipo arábica, e possui grande relevância na composição dos estoques e formação de preços no exterior.

O café é como o “ouro negro” – O café, era assim chamado, por representar um de nossos principais produtos de exportação desde a primeira metade do século XIX.

No dia 24 de maio, comemora-se o Dia Nacional do Café, que foi instituído por sugestão da Associação Brasileira da Indústria de Café (ABIC).

Cheiroso e delicioso, o café é fundamental na vida de muitas pessoas, dando força e vigor para começar o dia e adoçando as pausas do estresse no meio do dia.

Como gosto de meu café?

Para os amantes dessa bebida, não faltam opções de sabores e maneiras de preparo como:  expresso, cappuccino, puro, com leite, com creme, pingado, adoçado ou não, quente ou gelado, do tipo arábica ou robusta, em cápsulas, em pó instantâneo, frutado, achocolatado, cítrico, amendoado e tantos aromas, e o melhor que não podemos esquecer, o café tradicional feito em casa no velho coador de pano.

Não há lugar ou hora para o famoso cafezinho. Ele cai bem em casa, no escritório, na padaria da esquina, ou na cafeteria, aonde encontra-se a versão gourmet, preparado por um barista. Isso sem contar na sua utilização em diversas receitas doces e salgadas.

Crie, ouse e se apaixone ainda mais pelo café nosso de cada dia!

São tantas variações que fica até difícil a escolha pelo mais saboroso.

Diferenças entre os cafés mais conhecidos

  • Café Mocha: normalmente são preparados com 1/3 de café expresso, 1/3 de chocolate quente e mais 1/3 de leite aquecido, podendo haver variações.
  • Expresso: preparado em uma máquina, cuja concentração de óleos aromáticos é mais intensa.
  • Espresso Macchiato: café expresso apenas “marcado” com um pouco de leite.
  • Espresso Ristretto: café expresso preparado com metade da quantidade de água, ficando assim, mais denso e forte.
  • Frappuccino: trata-se de uma mistura de iogurte, café e chocolate, servido bem gelado.
  • Blend: mistura de grãos diferentes de café. O blend pode ser elaborado com cafés crus ou torrados.
  • Café aromatizado ou flavorizado: trata-se de café com adição de aroma.
  • Café filtrado: preparado em filtro de papel, mais suave que o expresso, por ter uma extração de óleos aromáticos menor.
  • Café gourmet: de alta qualidade, excelentes e exclusivos. Certificado pela ABIC.
  • Café superior: de boa qualidade, tem um maior valor agregado. Certificado pela ABIC.
  • Cafés especiais: são cafés de alta qualidade que cumpre uma série de requisitos para ser classificado como tal.
  • Café tradicional: aquele que tomamos no dia a dia com qualidade recomendável e custo acessível.

Dicas:

  • Os cafés mais finos apresentam sabor adocicado.
  • O tamanho da xícara influencia no sabor do café.
  • O néctar do café está nos primeiros 30 ml.

vintage-1216720_1920

Você acha que o café só tem cafeína?

A maioria das pessoas ignora quais são as substâncias presentes no café. O café contém uma grande variedade de macro e micronutrientes, é uma da bebida natural, saudável, e uma das mais populares do mundo, valendo a pena considerar a contribuição de seus nutrientes à nossa dieta e bem-estar.

Benefícios do café

Tomar café pode ter ficado ainda mais gostoso, segundo a publicação na revista New England Journal of Medicine, uma das mais importantes publicações científicas do mundo, que fez o maior estudo avaliando a relação entre consumo de café e a saúde humana.

Pesquisas mostram que o consumo de café pode estar inversamente relacionado à mortalidade total (quando ajustado pelos outros fatores de risco). Além disso, os tomadores de café também apresentaram menor mortalidade por causas cardíacas, doenças respiratórias, acidente vascular cerebral, causas externas, diabetes e doenças infecciosas.

Portanto, consumir café diariamente, sem exageros é claro, é um hábito saudável, trazendo vários benefícios para saúde. A possível explicação para esses resultados é que, além de cafeína, o café também contém centenas de compostos únicos e com propriedades antioxidantes que podem conferir benefícios à saúde.

Curiosidades

As primeiras cafeterias

Conhecidas como Kaveh Kanes, as primeiras cafeterias surgiram na cidade de Meca na Arábia Saudita. Cidades como esta eram verdadeiros centros religiosos, onde a população orava e meditava. Como a religião muçulmana proibia o consumo de qualquer tipo de bebida alcoólica, os Kaveh Kanes acabaram por se tornar lugares para se passar o tempo conversando, ouvindo música e saboreando os cafezinhos à tarde. Não demorou para que a bebida conquistasse a Constantinopla, a Síria e demais regiões próximas.

Por seu luxo e acomodações suntuosas, as cafeterias foram ficando cada vez mais famosas no Oriente. E os comerciantes começaram a frequentá-las como espaço para reuniões de negócios ou a lazer.

coffee-66850

Mulheres Cafeicultoras

Em Minas Gerais, um grupo de cafeicultoras se encontram para trocar informações sobre a arte da cafeicultura e também, sobre as virtudes de se viver no campo. Aproveitam também para comemorar as premiações recebidas e se preparar para as próximas safras. Mulheres, nem rudes nem delicadas, que cuidam dos filhos, organizam melhorias para a comunidade e inda cuidam de si mesmas.

Em época de safra se torna terrereira, que com sua delicadeza natural, extrai um sabor muito especial do café. Assim nasceu a IWCA Mantiqueira, uma associação, aonde elas se especializam em extrair os melhores sabores do café, adquirem novos conhecimentos, aprendem línguas estrangeiras, fazem reuniões e encontros para entenderem sobre o meio ambiente e a sustentabilidade. Assim é a IWCA Brasil, composta de mulheres guerreiras, simples, alegres e trabalhadoras, que acreditam na força da união, que não se deixam intimidar por limites nem pelas dificuldades.

“Cuidamos de nossos cafezais como mães que fecundaram sementes, gestamos lindos arbustos e damos à luz lindos grãos de café. ”

Leticia Seda

Fontes:

www.cafépoint.com.br

ABIC e revista cafeicultura

Bicicleta como lazer, transporte, turismo e esporte

Ciclismo

A indústria de bicicletas vem crescendo em todo mundo, devido a crescente conscientização e preocupação da população com a proteção ambiental e a sustentabilidade.

Esse tipo de transporte nos traz lazer, bem-estar, saúde, alegria e diversão. Além de ser um transporte não poluente, trazendo inúmeros benefícios para a sociedade como um todo, pois não emite os gases nocivos à saúde, como: carros, ônibus, e etc.

Andar de bicicleta é um excelente exercício físico, fortalecendo a musculatura, melhorando a função respiratória, circulatória e cardiovascular. Também estimula a produção de serotonina, que faz com que as pessoas se sintam mais felizes.

bike-190483_1280.jpg

Uma ótima pedida para os dias em família, além de integração e lazer, desenvolve o sistema de coordenação motora das crianças. Depois de passar um tempo esquecida nas garagens dos prédios, retorna ao mercado com força total, contando com incríveis modelos de bicicletas para todos os gostos.

Como escolher a minha bike?

Ao escolher o seu modelo, leve em consideração o conforto, peso, qualidade da marca e claro, aprovação pelos órgãos governamentais responsáveis. Cheque as avaliações com relação a resistência e segurança.

Se deseja praticar Mountain Bike, escolha um modelo próprio para isso, devido aos desníveis que serão encontrados na prática do esporte. As MTB normalmente têm pneus mais largos e quadros reforçados, além de tipos de marcha para cada inclinação de terreno.

Você sabia que existem aplicativos só para lhe ajudar na prática do ciclismo?

Pois é, a tecnologia está em todo lugar e os aplicativos de celular para ciclismo contam consumo de calorias, monitoram treinos e ainda te mostram os melhores trajetos.

Alguns deles são:

  • Garmin Connect → mede velocidade, distância, e ainda conta com um sistema de integração em tempo real com outros ciclistas conectados.
  • Instant Heart Rate → mede os batimentos cardíacos a partir de uma câmera.
  • Ride ID → armazena seus dados médicos em caso de emergência.
  • BikeCal→ fica de olho nas calorias gastas.
  • BikeDoctor 2 → soluções de problemas mecânicos da bike.
  • Cyclemeter→ mede consumo calórico, velocidade média e máxima e batimento cardíaco.
  • Ostrava → além dos monitoramentos completos, ainda mostra o trajeto no Google Maps. Você, inclusive, pode cadastrar trechos e competir entre usuários do sistema.

A bicicleta traz a possibilidade de respirar ar puro e ver a natureza enquanto passeia, e ainda é ótima para ser usada em visitas a parques, praças e museus.

woman-2711279_1920.jpg

Existem também outras opções de esportes para a bike, como a Cross bike, aonde ocorre o ciclismo por trilhas e florestas.

Agora pegue a sua bicicleta enferrujada, conserte e vamos pedalar!

Prevenindo doenças e cuidando da saúde

Usar a bike como atividade física, atua em diversas partes do seu corpo: na queima de calorias e gorduras; fortalecimento dos músculos dos braços, pernas, barriga e bumbum; melhora a circulação cardiovascular; estimula o sistema imunológico, tornando o organismo propenso a combater vírus e bactérias; reduz os níveis de triglicerídeos; previne doenças crônicas como obesidade e colesterol alto, entre outros benefícios…  Ela é uma academia completa e ainda te proporciona estar em família ou grupo de amigos, ver a natureza, olhar o céu, as nuvens, as pessoas e respirar a céu aberto!

 A bicicleta como hobby

O turismo europeu é bastante voltado para o ciclismo. Modalidades como o Bike Tour, BikeBoat Tour (que são bicicletas e barcos, combinados na mesma atividade) e a Road Bike (passeios de bike na estrada) já contam com o apoio de empresas de turismo especializado nesses tipos de eventos.

No Brasil, já existem grupos organizando passeios de bike, mas pensando e comparando a outros países, em relação aos investimentos em ciclovias, ainda estamos engatinhando.

Bicicleta como esporte

enduro-1474268_1920

Sabemos que o ciclismo é um esporte em si, mas de forma geral, abrange várias modalidades. Dentre elas, uma novidade é o radball, que é um futebol de bicicleta, tal como o velho futebol de salão, sendo que os gols são feitos de bicicleta.

Outras atividades já são mais conhecidas por aqui: o Cross Bike, cheio de saltos, mais radical, para os viciados em adrenalina; e o Speed, ou ciclismo de estrada, é o mais indicado para quem curte velocidade e bicicletas leves.

Mas não complique senão é seu objetivo, basta colocar uma roupa bem confortável e sair pedalando por aí. Não se preocupe com trilhas, pistas ou locais específicos para praticar.  Sinta o vento na pele em longas descidas, em traçados retos ou sinuosos, com prazer e segurança.  Mais simples e saudável que isso, impossível.

 O Moutain Bike é muito difundido, com muitas competições, trilhas e grupos. Mesmo sendo mais dispendioso, é necessário se deslocar até locais específicos para a sua prática. O que vale nesse tipo de esporte é o contato com a natureza e as novidades descobertas em cada pista.

Sem timidez! Os iniciantes são sempre bem-vindos aos grupos de ciclismo, que são organizados para acolher bem os novatos, sendo muito fácil se entrosar.

Ciclismo na Europa

A indústria ciclista na Europa emprega mais pessoas hoje do que as de aço, por exemplo. E o governo Europeu percebeu que investir nessa indústria lhe fornece um retorno econômico muito maior do que imaginava. Sendo assim, passou a investir em ciclovias e estimular a população a usar a bicicleta como meio de transporte, recebendo um ganho adicional nas despesas com transporte público, nas alterações climáticas e no orçamento da saúde.

Não tardou para os europeus terem consciência do uso da bike como transporte público, ou complementar a este, já que é mais rápido, prático, saudável e não poluente. Combinação perfeita com inúmeros benefícios.

Por exemplo: você sabia que os carros, em um engarrafamento, transitam, em média, a uma velocidade de 15 a 20km/h e a bike a uma velocidade de 16 a 32 km/h? Olha só que diferença!

O velho continente, já vem colhendo os frutos de sua decisão de investir no ciclismo há bastante tempo.

Com o aumento do uso de bicicletas, o continente pode comemorar:

  • Menores índices de poluição
  • Redução do estresse e do sedentarismo
  • Gerações mais saudáveis
  • Redução do orçamento da área de saúde
  • Melhora no desenvolvimento infantil, pois os pequenos já entendem, desde os anos mais tenros, que as bikes serão uma presença constante em suas vidas.

 beach-1838331_1920

Melhores lugares para se andar de bicicleta na cidade do Rio de Janeiro:

  1. Orla da praia de Copacabana, Ipanema e Leblon

Com um caminho linear de nove quilômetros de uma vista maravilhoso e uma excelente estrutura, torna o ciclismo um lazer muito prazeroso.

  1. Orla da praia da Barra da tijuca, Reserva, Recreio, Macumba e Prainha.

Não tão linear e fácil como o anterior, já que sua extensão é de vinte e cinco quilômetros. A presença da natureza é mais forte nesse trajeto, pois o local tem menos interferência comercial. Ainda dá para um mergulho gelado na Prainha na parte da manhã! a água gelada no período da manhã.

  1. Lagoa Rodrigo de Freitas

Saindo um pouco da praia, este trajeto ainda é a uma das melhores pedidas da cidade para o ciclismo. No caminho você poderá ver o Cristo Redentor, a Pedra da Gávea, o Morro do Cantagalo, entre outros verdadeiros cartões postais da cidade. O clima também é mais ameno, para quem não curte muito calor e sol. A ciclovia tem uma extensão de 7,38 quilômetros e possui demarcações a cada cem metros.

O que falta para você começar hoje a andar de bicicleta? Vamos lá: escolha seu modelo ideal, modernize a sua velha bike, compre um capacete para sua segurança, e saia pedalando por aí. Você não vai se arrepender, os ganhos são maiores do que você! Espero te encontrar por aí!